Colesterol: vilão ou herói?

O colesterol, ao contrário do que a maioria das pessoas pensa, é um elemento importante para o funcionamento normal do nosso organismo. O colesterol está presente em vários processos orgânicos como a formação das células, a produção de hormônios (vitamina D, testosterona, estrógeno, cortisol) e de ácidos que ajudam a digerir gorduras. O ser humano precisa apenas de uma pequena quantidade de colesterol no sangue que é produzida, quase que totalmente, pelo nosso fígado. Porém, existem dois tipos de colesterol, o bom HDL (“High density lipoprotein” ou Lipoproteína de densidade alta) e o ruim LDL (“Low-density lipoprotein” ou Lipoproteína de densidade baixa).

O vilão

O excedente da gordura que ingerimos aumenta os níveis de colesterol ruim (LDL) que contribui para a formação de placas endurecidas nos vasos sanguíneos, principalmente os vasos que irrigam o coração, podendo causar doenças cardiovasculares como o infarto do miocárdio ou acidente vascular cerebral (AVC). Isso ocorre porque as placas formadas diminuem o diâmetro dos vasos sanguíneos, dificultando a passagem do sangue.

O herói

Acredita-se que o colesterol bom (HDL) ajuda na remoção do excesso de colesterol ruim, retardando ou inibindo a sua formação. Existem algumas formas de aumentar os níveis de colesterol bom em nosso sangue: pratique exercícios físicos, não fume, tenha uma dieta balanceada e mantenha seu peso adequado.

Fique atento!

Há alguns fatores de risco para o aumento do colesterol ruim como:

  1. Ser mulher na menopausa;
  2. Histórico familiar;
  3. Obesidade;
  4. Hábitos de vida: inatividade física, tabagismo, dieta rica em gordura saturada e tras e açúcares;
  5. Diabetes

Procure um médico e faça exames regularmente.

 

Fontes:

  • Blog do Coração – SOCESP
  • Minha Vida

Buscar

+
X